Quem desligou a TV?

Aqui em casa nós sempre deixamos a televisão ligada. Mamãe passa muito tempo no sofá, então acompanha uma série de programas ao longo do dia, e SEMPRE tem algo passando. Já estamos acostumados com o constante barulho de fundo, portanto, é de lei jantarmos ao som do jornal da noite ou da novela que estiver no … Mais Quem desligou a TV?

Sala de Espera

Não sei se você já reparou, mas existe algo quase místico em uma sala de espera. É sempre um ambiente pequeno, muito quente ou muito frio e, dentre seus possíveis pertences costumam estar: um sofá velho ou cadeiras que não ficariam bem na sala de visitas de ninguém, um quadro fora de moda, flores artificiais … Mais Sala de Espera

Um dia de Faxina

– Mãe, posso jogar fora? – perguntei, balançando um vaso velho em minhas mãos. – Não – ela respondeu sem nem ao menos levantar os olhos da pilha de papéis que estava a sua frente. – Você sempre guarda um monte de vasos e nunca usa novamente. Não podemos jogar alguns fora? Por favor. Só … Mais Um dia de Faxina

Cinza

Escrevo numa folha em branco, o céu está azul lá fora, mas o dia é cinza. Não sei bem como aconteceu, mas, quando me dei conta, já fora tomada por esta sensação vazia e desbotada. O mundo, que sempre fora colorido, ficou opaco. Eu me orgulhava de perceber os tons e nuances que me cercavam, … Mais Cinza

O eterno rascunho

Recentemente, descobri que tenho um problema. Os psicólogos chamariam de complexo de inferioridade, os psicanalistas poderiam afirmar que se trata de uma falta materna na primeira infância, o senso comum com certeza chamaria de insegurança e, minha família, de frescura. Mas eu volto a afirmar que é um problemão, daqueles que são capazes até de … Mais O eterno rascunho